Há 72 anos, no dia 30 de setembro de 1948 foi publicada a primeira história de Tex. Chamava-se Il Totem Misterioso (O Totem Misterioso). Com o balão “Por todos os diabos, será que ainda estão nas minhas costas?”, começava a saga de um dos mais famosos cowboys dos quadrinhos.

Nesse dia especial, gostaríamos de fazer uma dupla homenagem: 1) comemorar essa data de 72 anos de vida editorial do nosso querido Ranger do Texas e 2) reverenciar a arte de um artista, fã e colecionador de Tex: Fred Macedo, já famoso entre nós pela sua “Divina Ceia Texiana”, feita em 2008 para comemorar os 60 anos do personagem.

Divina Ceia Texiana: Nat Mac Kennet, Gros-Jean, General Davis, Jim Brandon, Cochise e Montales à esquerda. Pat, El Morisco, Tom Devlin, Kit Willer, Jack Tigre e Kit Carson à direita. Tex Willer ao centro.

Fred Macêdo, nascido em 30 de junho de 1.972, em Fortaleza, CE, começou a desenhar ainda criança, inspirado inicialmente nos Clássicos Disney. Na adolescência, sob a influência de revistas de aventura, faroeste e de super-heróis, passa a criar suas próprias histórias. Seu estilo foi fortemente influenciado pelo artista ítalo-americano Alberto Giolitti.


Aos 18 anos, sem vislumbrar perspectiva de crescer como quadrinista, deixa de lado seu sonho para estudar Engenharia Mecânica, enquanto trabalha como corretor de seguros. Em fevereiro de 2005 assiste à uma série de palestras no Centro Cultural Dragão do Mar, no evento Panorama Nona Arte. Na ocasião conhece um grupo que está reativando a Oficina de Quadrinhos da Universidade Federal do Ceará (UFC). Primeiro participa como aluno e após seis meses passa a dar aulas de desenho para as novas turmas.

Ainda em 2005, tem sua primeira história publicada na revista Pium, publicação tradicionalmente ligada ao curso. Ainda em parceria com a Oficina de Quadrinhos da UFC, desenha histórias curtas para o Projeto Contando a Cidade, do Jornal O Povo, colabora na arte de uma HQ para a Prefeitura Municipal de Fortaleza e com a revista Universidade Pública.

Wilson Vieira e Fred Macêdo idealizando a história “O cefeiro” para revista TexBR.

Conhece através de seu fotolog o conceituado artista, roteirista e tradutor Wilson Vieira, que trabalhou muitos anos no concorrido e prestigiado mercado italiano no Studio Staff di IF (Immagini e Fumetti). Juntos, publicam suas histórias no site italiano Progetto Fumetto e na revistas Prismarte (Brasil), Con-Hache (Argentina), BD Jornal (Portugal), Walhalla (Itália), TexBR (Brasil) e Quadrix (Brasil).

Fred desenhou a adaptação do álbum de 1988 do Iron Maiden, The Seventh Son of The Seventh Son, pela NFL Comics Editora (SP) em 2011 e contribui regularmente como ilustrador para as editoras Argonautas e Avec, em publicações ao estilo das antigas “pulp magazines”. Atualmente está desenvolvendo outros trabalhos em quadrinhos e ilustração. É professor de desenho, modelagem, ilustração e quadrinhos do IFCE (Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Ceará).

Apesar de ter feito seus primeiros desenhos do Ranger ainda criança, foi em 2008, por ocasião dos 60 anos de vida editorial de Tex que Fred fez duas de suas principais artes. A primeira (A Divina Ceia Texiana) publicada no início dessa matéria e a segunda nas imagens a seguir em preto e branco e colorida:

A arte acima, além de outras do artista, ilustrou ainda a matéria Um caubói de corpo fechado, escrita pelo Jornalista Dellano Rios e publicada em 17 de agosto de 2009 pelo Jornal Diário do Nordeste. No texto, uma avaliação do livro O Mocinho do Brasil do também jornalista Gonçalo Júnior, que reconstitui a trajetória de Tex no Brasil, tendo como pano de fundo a história editorial dos quadrinhos no país.

Arte de Fred Macêdo (2008).

Ainda em 2009, o desenhista foi novamente matéria no Jornal Diário do Nordeste, também escrita pelo Jornalista Dellano Rios. Intitulada Na caravana de Tex, o texto aborda sua participação na primeira edição na Revista TexBR com uma história que mistura bang bang e terror.

A repercussão de seus trabalhos proporcionou, também ao artista, convites para participar com artes sobre Tex em alguns livros. No livro italiano Guida Bonelli – Tutte Le Edizione Straniere (Guia Bonelli – Todas as Edições Estrangeiras), escrito por Antonio Mondillo, foi incluída uma arte especial e exclusiva  de Tex na Pedra Furada, Praia de Jericoacara, ponto turístico do estado Ceará, famoso mundialmente.

Autor italiano Antonio Mondillo com a arte de Tex Macêdo

Arte de Fred Macêdo 2009.

Na série de livros Tex No Brasil publicados pelo autor G. G. Carsan, Fred teve sua Divina Ceia Texiana publicada no volume um, O Grande Herói do Faroeste (2009). Já no volume 2, Justiça a Qualquer Preço (2012), as artes a seguir, sendo que a segunda também foi usada como pôster para a Quarta ExpoTex, organizada pelo autor do livro em João Pessoa, PB.

Arte de Fred Macêdo (2012).

Arte Fred Macêdo (2009)

Em 2010, mais um Tex super especial do artista foi usado como pôster comemorativo do Portal TexBR, o mais tradicional site brasileiro que trata de Fumetti e faroeste, no ar desde 17 de agosto de 2000.

Arte Fred Macêdo (2010).

Como muitos desenhistas do mundo inteiro, Fred também prestou sua homenagem a Sergio Bonelli, por ocasião do seu falecimento em 2011, como pode ser vista nas duas artes a seguir e em matéria recente publicada aqui no nosso site (LINK).

Arte Fred Macêdo (2011)

Arte Fred Macêdo (2012).

Mais recentemente, em 2020, o artista voltou a produzir uma série de artes tendo como motivo principal Tex Willer.

De modo muito especial, como esse dia 30 de setembro de 2020, quando Tex Willer completa 72 anos Anos de vida editorial, Fred Macêdo nos presenteia com mais uma inédita e magnifica arte que pode ser vista a seguir, logo após o detalhamento do processo de produção.

Arte de Fred Macêdo feita especialmente para os 72 Anos de Tex.

VIDA LONGA A TEX WILLER E A FRED MACÊDO!!!

Contato do artista – Email: fredmacedo@yahoo.com.br.
Instagram: https://www.instagram.com/macedo.fred/