Tag: editora85

Nick Raider volta ao Brasil pela Editora 85

Nesta quarta-feira (4), o editor da Editora 85, Leonardo Campos, confirmou durante o Podcast Confins do Universo (em exatos 01:28:00) que irá publicar Nick Raider. É o retorno da série policial da Sergio Bonelli Editore ao Brasil. A Editora 85 publica atualmente Dampyr, Mister No, Morgan Lost e Diabolik.

Nick Raider foi criado por Claudio Nizzi, famoso escritor de Tex e foi publicada de 1988 a 2005 em 200 edições. Este fumetti mistura as atmosferas do thriller e romance policial com o noir. Nick Raider tem uma narrativa gráfica dinâmica, com elementos clássicos da narrativa policial e as tramas giram em torno de investigações bem detalhadas e desfechos com tiroteios e perseguições emocionantes.

Leonardo revelou à Confraria Bonelli que irá publicar as edições 27, 29, 31 e 32 de Nick Raider, em um compilado com as quatro edições em 388 páginas. Como já vem fazendo com Dampyr que já está em sua quinta edição. “Vou varrer a cronologia em busca das inéditas ainda não publicadas no Brasil”, destacou.

Em Nick Raider vamos encontrar os policiais da Divisão de Homicídios enfrentando casos muito violentos com muita ação e histórias sérias mas ao mesmo tempo divertidas. Além de Nizzi, entre os autores que participaram da série estão, Gianfranco Manfredi, Michele Medda, Tito Faraci, Gino D’Antonio, e muitos outros. Desenharam a série Aldo Capitanio, Bruno Ramella, Ivo Milazzo, Sergio Toppi e outras feras. Do nº 1 ao 43 as capas foram feitas por Giampiero Casertano e Bruno Ramella assumiu da nº 44 até 99. Da 100 até a 200, quem desenhou foi Corrado Mastantuono.

A campanha no Catarse de Nick Raider estreia, se tudo der certo, na primeira semana de janeiro de 2021.

Para saber mais sobre Nick Raider leia esta matéria que publicamos em 2018: https://confrariabonelli.org/?p=1058

 

A seguir uma breve sinopse das histórias que virão em Nick Raider da Editora 85:

Nick Raider #27 – Una Voce nel buio (Uma voz no Escuro)

Roteiro: Giuseppe Ferrandino

Desenho: Federico Antinori

Capa: Giampiero Casertano

Um escritor cego é degolado por uma navalha. Nick e Marvin começam a investigar o passado da vítima, mas um novo assassinato hediondo surge. Novamente a vítima era uma pessoa cega e o crime foi cometido com a mesma arma. Uma nova pista surge, os dois cegos se conheciam e se encontraram com mais duas pessoas cegas há pouco mais de um mês. Depois de encontrar a terceira vítima, fica claro que algo estranho deve ter acontecido naquele encontro. Nick corre para salvar a quarta pessoa…

 

Nick Raider #29 – Missione nel Bronx (Missão no Bronx)

Roteiro: Claudio Nizzi

Desenho: Iginio Straffi com a colaboração de Rodolfo Torti

Capa: Giampiero Casertano

Um mergulho no passado de Nick Raider. Aqui o acompanhamos durante seus dois primeiros anos como policial, quando ainda usava uniforme e descobrimos que Abraham Reginald King, chamado Barba Negra era seu parceiro de patrulha nas ruas do Bronx. Barba Negra é o protagonista de uma triste história que terminou com a prisão de seu amigo Malcom. No presente, Malcom está fora da prisão e está pronto para se vingar…

 

Nick Raider #31 – Un nido di Vipere (Um ninho de víboras)

Roteiro: Giuseppe Ferrandino

Desenho: Gustavo Trigo

Capa: Giampiero Casertano

Violet McGraw, amiga jornalista de Nick, é sequestrada por uma mulher. O sequestrador só a libertará se Nick Raider conseguir coletar as evidências que exoneram Phil Keelin, que foi condenado à prisão perpétua três anos antes pelo assassinato de sua esposa. Não leva muito tempo para Nick descobrir que a mãe do prisioneira está por trás do sequestro, mas ao mesmo tempo o caso Keelin reabre: e ele tem apenas uma semana para salvar Violet!

 

Nick Raider #32 – Vita Vendute (Vida vendida)

Argumentos: Maurizio Colombo

Roteiro: Claudio Nizzi

Desenho: Federico Antinori

Capa: Giampiero Casertano

Durante um tiroteio entre Nick e um ladrão, uma criança fica gravemente ferida. A bala que o matou veio da arma do agente, que está suspenso do cargo. Profundamente deprimido, Nick encontra-se em um bar com um rico empresário de Wyoming que, a conselho do tenente Rayan, o instrui a rastrear sua filha de dezesseis anos, que está desaparecida há alguns meses em Nova York. As verdades que surgirão dos desenvolvimentos desses dois eventos serão chocantes.

No Brasil

Nick Raider foi publicado primeiramente pela Editora Record, em formato original italiano em 1991. Durou apenas 10 edições e foi cancelada. Dez anos depois a Editora Mythos publicou a série de agosto de 2002 a fevereiro de 2004 também com vida curta. Apenas 16 edições.

A Mythos fez mais uma tentativa em 2018 publicando 4 edições mas não deu continuidade.

Tanto na Record quanto na Mythos respeitou-se a maneira das capas com os contornos amarelos nas bordas, que representam o “giallo” um gênero literário e cinematográfico italiano de suspense e romance policial, muito difundidos na Itália na década de 1960. A Mythos fez algumas em branco na primeira série que publicou e na segunda usou uma cor roxa nas quatro capas.

Cronologicamente foram publicadas as edições italianas de 1 a 26 entre Record e Mythos. A Mythos ainda publicou em sua primeira fase as edições 43, 45, 52, 151 na série regular e as edições 28 e 30 em Tex e os Aventureiros nº 4. A Editora 85 pretende continuar a partir da edição 27, fazendo assim com que os leitores continuem acompanhando cronologicamente as histórias de Nick Raider.

 Guia de edições Nick Raider publicadas no Brasil:

Record 1991

1 a 10

Mythos 1ª edição

1 (22), 2 (18), 3 (25), 4 (43), 5 (45), 6 (14), 7 (15), 8 (16), 9 (151), 10 (52), 11 (11), 12 (12), 13 (13), 14 (19), 15 (20), 16 (21)

Mythos 2ª Edição

1 (26), 2 (23), 3 (24), 4 (17)

Mythos

Tex e os Aventureiros 4 (28 e 30)

Editora 85 2002

27, 29, 31 e 32.

Edições italianas publicadas no Brasil:

1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20, 21, 22, 23, 24, 25, 26, 28, 30, 43, 45, 52, 151

Mister No voltou com tudo ao Brasil

O herói americano, feito na Itália, mais brasileiro de todos voltou com tudo ao Brasil, país onde seu criador, Sergio Bonelli desenvolve a grande maioria das aventuras do Piloto “cachaceiro”, Mister No. Além de chegar à quarta edição pela Editora 85, o herói tem uma série especial sendo publicada pela Panini e muito em breve sua série regular mensal voltará a ser publicada.

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén