As edições #64 (Os Segredos de Ramblyn) e #65 (O Animal das Cavernas) de Dylan Dog tem clara referência à série de terror e suspense da década de 90: Twin Peaks. Dylan está investigando os mistérios de uma pequena aldeia nas montanhas do País de Gales (Ramblyn), onde uma menina chamada Katinka desaparece. Praticamente a mesma trama e o principal foi a inserção de personagens tão ou mais bizarros como os da série.

Twin Peaks é uma série criada por Mark Frost e David Lynch. A trama mostra a investigação do agente do FBI Dale Cooper sobre o assassinato da popular estudante do colegial Laura Palmer. O título da série provém de seu cenário principal, a cidade fictícia de Twin Peaks, em Washington. A série iniciou em 1990 e teve duas temporadas. A primeira com sete episódios e a segunda com 22.

Twin Peaks possuía uma história complexa nunca vista em uma série antes, personagens estranhos e excêntricos, tramas cheias de mistérios, sendo difícil categorizá-la, pois possuía momentos alternados entre suspense, surrealismo, drama, policial, humor e terror psicológico. A misteriosa morte de Laura Palmer, a música tema de Angelo Badalamenti, assim como a forma como cada habitante de Twin Peaks estava envolvido com a morte de Laura Palmer, ajudaram a segurar o trama e a tensão e ter uma 1ª temporada aclamada pelo público e crítica até os dias atuais.

Em 1992, a série teve um prequel que mostrava os últimos dias de Laura Palmer, o filme Twin Peaks: Fire Walk with Me e em 2017 a série retornou como uma série limitada de 18 episódios no canal a cabo Showtime.

O próprio Dylan é um grande fã do gênero terror, tem vários pôsteres de filmes em seu escritório e sempre ao ir no cinema assiste à algum filme como Lobisomem Americano em Londres, um que ele adora (gosto duvidoso, realmente). Os próprios roteiristas colocam várias referências à filmes do gênero nas edições. Já vimos referência ao filme Psicose, de Alfred Hitchcock, com a famosa cena do assassinato no chuveiro praticamente quadrinizada por Corrado Roi na Edição Italiana #20 (Dal Profondo, publicada no Brasil na edição #9 da Mythos).

Além da primeira edição de Dylan Dog ser uma clara referência aos filmes de George Romero. Inclusive na edição Horror Paradise, onde  a Mythos retoma a publicação de DyD no Brasil agora em março, Dylan enfrenta uma série de personagens de terror, como Alien e Freddy Krueger.

Como mencionado antes, as edições 64 e 65 tem várias referências à Twin Peaks, e em Dylan Dog Color Fest n.13 (acima), um jovem Dylan é mostrado assistindo ao filme “Estradas Perdidas” de 1997, onde é forçado a parar para ver quem estava gritando na casa do vizinho.

“Eu adoro esse filme”, comenta Dylan assistindo a uma das cenas mais perturbadoras do cinema, realizada por David Lynch.