Tag: fumetti Page 2 of 3

Conhecendo Adam Wild

Dica de trilha para escutar enquanto lê. Nada melhor do que a trilha de “As Minas do Rei Salomão”, clássico da Sessão da Tarde que conta uma grande aventura na África:

Séries Bonelli que talvez nunca vejamos no Brasil: Morgan Lost

A Sergio Bonelli Editore se modernizou bastante nas últimas séries lançadas, como exemplo cito Orfani, primeira série Bonelli totalmente publicada a cores. Em Morgan Lost, mais uma grande novidade foi explorada. O personagem sofre de um problema de visão, fazendo com que enxergue em escalas de cinza e vermelho, por isso em todas as edições da série, fora a capa, enxergamos da mesma maneira que Morgan, em apenas tês cores.

Mais informações sobre o encontro de Zagor e Jovanotti

Chega às bancas italianas dia 2 de março a edição de Zagor n.632 que terá em anexo a história, “O chamado da Floresta”,  um especial com o encontro do Espírito da Machadinha com o músico italiano Jovanotti, fã declarado de Zagor.

Reencontrando com Martin Mystère

Trilha pra você escutar enquanto lê:

Conheça Nick Raider, um Tira da Pesada

 Dica de trilha para ouvir enquanto lê. Nada melhor pra combinar com Nick Raider do que a trilha de Um Tira da Pesada, com Eddie Murphy:

Vamos falar de Ken Parker

Segue uma dica de trilha para escutar enquanto lê. Esta faz parte do filme Jeremiah Johnson (Mais forte que a vingança), filme que foi uma das principais inspirações para Ken Parker:

Conhecendo Nathan Never

Segue uma dica de trilha sonora pra você escutar enquanto lê. Aperte o Play:

Bonelli revela projetos de seu novo selo adulto AUDACE

A Sergio Bonelli Editore na última semana falou um pouco mais sobre seu novo selo editorial, o AUDACE. Michele Masiero, Editor Editorial da Bonelli ressaltou que neste selo serão apresentados projetos com uma narrativa e caracterização gráfica com um estilo mais “adulto” em relação aos hábitos da editora.

Um gostinho desta proposta aconteceu no último evento Lucca Comics, um dos principais da Itália, com o lançamento do volume de Dragonero Senzanima, um Spin-Off mais dark da série regular.

Em Outubro de 2018, sob este selo será publicado o primeiro volume de Loose Dogs – Sessenta e oito. Uma edição escrita por Gianfranco Manfredi por ocasião do cinquentenário dos tumultos estudantis de 1968. Loose Dogs conta a vida de um grupo de amigos que em 1968 frequentam a universidade em Milão e se envolvem no clima de protesto deste momento particular. A história segue os protagonistas até a década de oitenta, com uma narração que não necessariamente respeita a linha cronológica de eventos, entre a Itália, a Europa e o resto do mundo, incluindo o golpe do Chile em 1973.

Esta é a primeira incursão verdadeira da Bonelli na história italiana recente, mas a intenção não é apresentar os acontecimentos de forma didática, mas seguir a vida quotidiana dos personagens, entender como o mundo estava e acabou se transformando. Os desenhos e design dos personagens é de Luca Casalanguida.

Outra edição sob este selo será Deadwood Dick. O escritor americano Joe R. Landsdale se inspirou na figura real de Nat Love (ao lado), um pistoleiro negro que começou a agir logo após a Guerra de Secessão, apelidado de Deadwood Dick. Landsdale fez deste o protagonista de várias de suas histórias. A Bonelli adaptará sete das histórias de Landsdale em quadrinhos com os roteiros de Michele Masiero, Maurizio Colombo e Mauro Boselli. As artes serão de Corrado Mastantuono, Pasquale Frisenda e Stefano Andreucci. Deadwood Dick trará um velho oeste sujo e durão, bem ao estilo das histórias de Landsdale.

A terceira proposta do selo Audace será nada mais, nada menos que o nosso querido Mister No, em Mister No Revolution. Será uma proposta de uma versão especial de Jerry Drake, um “experimento” sobre a pele do personagem realizada por Michele Masiero e com os desenhos de Matteo Cremona e Alessio Avallone. Cores de Giovanna Niro, Alessia Pastorello Luca Saponti e Stefano Aquaro. No entanto não foi revelado mais nada sobre este projeto, mas algo será mostrado na Lucca 2018.

Ainda estão na lista uma nova aventura do personagem “O Desconhecido”, de Magnus, “Darwin”, “10 de outubro” e “K-11”, que serão revelados ao decorrer do ano.

Uma curiosidade é que Audace foi o primeiro nome da Sergio Bonelli Editore. Fundada por Gianluigi Bonelli em 1940 como Redação Audace, em 1945 o nome mudou para Editora Audace para então começarem a publicar um dos mais longevos personagens dos quadrinhos italianos: Tex Willer.

Viva Bonelli!

Histórias de Tex por gênero: Passado de Tex e seus Pards

Antes de começar aperte o Play nesta trilha de Red Dead Redemption e animar a leitura:

Olá a todos!

Vamos para mais um compilado de ótimas histórias de Tex por gênero. Desta vez vamos destacar algumas das principais edições do Tex Mensal que falam de seu passado e de seus companheiros.

Martin Mystère em 2018

O inoxidável Alfredo Castelli, editor, criador e roteirista de Martin Mystère nos conta o que teremos este ano na série regular do Detetive do Impossível

Alfredo comenta que o atraso da Bonelli em divulgar as novidades para Mystère este ano é que, “estávamos decidindo quais das muitas iniciativas podemos falar agora e quais manteremos em segredo para surpreendê-los no momento certo!”

Castelli conta que uma das primeiras histórias do ano é, “A estranha morte do Sr. Max”, de Enrico Lotti e Alfredo Orlando, que já está nas bancas italianas. Aparentemente, o Sr. Max é uma pessoa comum, como muitos outros, mas tem um problema sério. Ele morreu. E faz isso o tempo todo. Cada vez que ele acorda, incrédulo, morre logo depois, e não pode fazer nada para evitar. É por isso que ele procura o Detetive do Impossível, que logo descobre que Max não está mentindo.

Lotti, Castelli e Ongaro trarão a aventura “O deus que veio do mar”, em abril. “Imagine que um dia você bate à sua porta e um grupo de pessoas veio lhe adorar”, comenta Castelli sobre a história. Ongaro também está trabalhando em uma história especial com uma equipe muito incomum: O Detetive do Impossível encontra um personagem muito popular que não tem nada a ver com a Bonelli e o mundo dos quadrinhos. “Para descobrir, você precisa confiar na magia!”, conta Castelli com suas charadas.

Sherlock Holmes aparecerá na história de junho, “O Caso de Matilda Briggs”, por Andrea Artusi, Ivo Lombardo e Carlo Verardi. O falecido Paolo Morales deixou muitos belos textos que serão publicados ainda este ano. Entre eles, em junho, “Nomoli”, ilustrados por Emposito Bros. A dupla Castelli-Lotti retorna em outubro com “Quimera”, ilustrada por Giovanni Romanini. E na edição de dezembro, finalmente, você descobrirá quem foi realmente o “Pied Piper”, em uma história de Castelli e Lotti, ilustrada por Coppola.

O Especial de Verão trará Torti e Recagno em uma história Arthuriana (Rei Arthur) intitulada “Camelot 2018”. Recagno e Antonio Sforza trarão a história, “Os três homens que despertaram Cthulhu”. Cthulhu, o personagem de H.P. Lovecraft encontra os “Três Homens”, do humorista inglês Jerome K. Jerome, “que irá se revirar no túmulo pois odiava quadrinhos”, comenta Castelli.

Giancarlo Alessandrini está produzindo o Especial 2019 de Martin Mystère, em um cenário ao estilo de Frank Capra (de Manfred Sommer). No verão italiano será publicado um volume gigante com o melhor da “Zona X”.

Após o sucesso de “A mulher Leopardo”, de Andrea Carlo Cappi, o roteirista agora está escrevendo uma outra história para este ano. O jovem Martin Mystère dará as caras em uma aventura escrita por Pierdomenico Baccalario (Ulysses Moore), autor de numerosos e afortunados volumes de aventura para Jovens Adultos. O protagonista não é o “habitual” Martin Mystère, mas o de “As novas aventuras em cores” e a história fará um link entre o “Novas Aventuras” de 2017 com o já previsto a ser publicado em 2019.

Durante a Cartoomics 2018, histórica feira de quadrinhos de Milão que acontecerá de 9 a 11 de março, Martin Mystère receberá uma homenagem da Disney, onde Mickey será “Topin Mystère”, do mesmo jeito que foi feito com Dylan Dog. A edição será escrita e ilustrada por Casty.

Para final de março o tão esperado retorno de Martin Mystère ao Brasil, que voltará a ser publicado pela Editora Mythos. Mystère chegou ao país em 1986 pela RGE/Editora Globo, e dois anos depois foi cancelado na 13ª edição. Em 1990, a Record passou a publicar a revista, no formato original italiano que chegou ao fim em 1992 após 17 edições mensais. A Mythos de 2002 a 2006 publicou 42 volumes da série mensal em formatinho, além de histórias avulsas nas seis edições de Seleção Tex e os Aventureiros, em 2005.

Martin também participou de um crossover com Dylan Dog publicado pela Record na edição: Última Parada: Pesadelo. Em 1992.

Na Lucca Comics, Castelli disse que estão sendo preparadas muitas novidades, inclusive projetos envolvendo o próprio Castelli. Mas não revelou nada mais que isso.

Viva Bonelli!

Page 2 of 3

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén