Das Terras Frias a mais nova casa da Bonelli no Brasil: Editora Saicã

E vem da Terras Frias a mais nova editora a publicar quadrinhos italianos (Fumetti) da nossa querida Sergio Bonelli Editore. Com sede em Rosário do Sul, RS, idealizada e criada por um grande colecionador e fã de quadrinhos Bonelli. A Editora Saicã, recém criada, fará suas primeiras publicações em 2021 por meio de financiamento coletivo, também conhecido como crowdfunding. A plataforma escolhida é o Catarse, a exemplo das várias editoras que surgiram nos últimos três anos e que publicam Bonelli.

Terre Fredde (Terras Frias), 2018. Capa de Alessandro Piccinelli.

Neimar Nunes da Silva, natural e residente em Capela do Saicã, Cacequi, RS, é o mais novo editor de quadrinhos da Bonelli. A nova editora, porém, tem sede na vizinha cidade de Rosário do Sul.

Lembramos, ou esclarecemos para os novos Bonellianos, que usamos de forma carinhosa o termo “Terras Frias” para se referir ao Sul do Brasil. Expressão, normalmente adotada nos quadrinhos Bonelli, em especial nas histórias de personagens como Tex e Zagor, desenvolvidas em regiões de invernos rigorosos, onde costuma nevar, nos Estados Unidos e Canadá, a exemplo do Maxi Zagor N°32 publicado pela SBE.

Leitor, fã e colecionador de Fumetti e outros quadrinhos há mais 30 anos, Neimar é um dos fundadores da Confraria Bonelli. Além disso, também é um dos maiores colecionadores e especialistas no personagem Zagor no Brasil. Dotado de uma memória invejável, quanto a esse e outros personagens, como Tex, passa agora para o outro lado, ao encarar o desafio de editar quadrinhos.

Neimar Nunes e Ricardo Elesbão na última Convenção da Confraria Bonelli.

O personagem escolhido para estreia da Saicã não poderia ser melhor, nada mais nada menos que Adam Wild, uma das melhores séries da SBE, escrita por Gianfranco Manfredi e que conta com excelentes desenhistas, dentre eles dois dos Brasileiros a desenhar para Bonelli: Pedro Mauro e Ibraim Roberson.

Adam Wild, de Gianfranco Manfredi.

A Maxi Série em 26 números foi Lançada em outubro de 2014. Salientamos  que Manfredi é também autor de Mágico Vento, Face Oculta e Shanghai Devil, todos já lançados no Brasil. Com capas de Darko Perović e concepção gráfica do personagem de Alessandro Nespolino, a série se passa no final do século XIX. Adam Wild é um homem ousado, positivo e amante da natureza. É um explorador escocês, membro da Royal Geographical Society de Londres. Em suas aventuras combate as mais diversas ameaças da exploração colonial na África como o poder de empresas ocidentais, a exploração nas minas de ouro e diamantes e as guerras tribais induzidas pela política europeia.

E no próximo domingo (06/12/2020, às 20 horas, Leonardo Fraga e Ricardo Elesbão, Gestores e Editores da Confraria Bonelli, entrevistam a SAICÃ, a mais nova Editora de Quadrinhos Italianos (Fumetti) da Bonelli no Brasil. Em uma LIVE exclusiva, o editor Neimar Nunes e o especialista em Marketing Digital e parceiro da Saicã, Renato Frigo (Digital Cluster) falam sobre o nascimento da Editora e sua primeira publicação, Adam Wild.

Acompanhe a nova editora Bonelli no Brasil por meio de suas mídias:

Facebook: https://www.facebook.com/editorasaica;

Instagram: https://www.instagram.com/editorasaica;

Site (em construção): https://www.editorasaica.com.br/

Seja muito bem-vinda Editora Saicã e Adam Wild!
E quanto mais Bonelli melhor…

Anteriores

A influência de Alien na série Legs Weaver

Próximo

Tex Gold da SALVAT não será mais distribuído em Bancas

  1. Neimar

    Muito obrigado a todos os pards… Vocês são os grandes responsáveis por esse sonho ter se tornado realidade. Esperamos agora fazer um trabalho a altura dos fãs brasileiros. ADAM WILD merece uma bela publicação e vamos fazer o possível para responder a expectativa dos leitores. Fiquei muito emocionado ao perceber que a Editora Saicã não tinha uma data melhor para nascer… No mesmo dia que a 88 anos atrás nascia nosso grande chefe e editor italiano, o mestre GUIDO NOLITTA, ou SÉRGIO BONELLI. Isso para mim, soa como um bom presságio. Espero que ele lá de cima, nos ilumine aqui para que façamos um trabalho a altura do que seus personagens merecem.

  2. José ademilson dos Santos

    Muito bom….e o nosso zagor? Planos futuros?

  3. Eduardo Alves

    Estou a ler a edição 442 de Tex Coleção e consta um belo poema à Tex, escrito por Neimar Nunes Silva, que de leitor, agora será editor.
    Parabéns pela poesia e sucesso na empreitada.

Deixe uma resposta para Eduardo Alves Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén